Dicas de viagem: Angra dos Reis! O que fazer na bela cidade fluminense.

folder_openGeral

Paraíso carioca

Não é por acaso que Angra dos Reis figura entre os principais destinos do litoral do Rio de Janeiro. Incrustada entre a Serra do Mar e o Oceano Atlântico, a cidade tem uma larga extensão territorial, com praias, montanhas, cachoeiras, centenas de ilhas e reservas ambientais. Por isso, não faltam atrações para os mais variados tipos de turistas – desde os amantes de aventuras, até os visitantes que procuram conforto e sossego.

Fundado em 1502, Angra dos Reis é um dos municípios mais antigos do Brasil. Hoje, seus distritos abrigam uma diversidade natural exuberante: são mais de duas mil praias e 365 ilhas – uma para cada dia do ano. Por conta de sua geografia peculiar, boa parte das faixas de areia mais paradisíacas se encontram nos pedaços de terra espalhados pelo oceano. Não custa nada lembrar que Ilha Grande pertence à cidade de Angra!

 

Como chegar

O centro de Angra dos Reis fica a aproximadamente 160 quilômetros do Rio de Janeiro. A partir da capital fluminense, a melhor opção é seguir pela Rodovia Rio-Santos (BR-101), que começa logo após o final da movimentada Avenida Brasil. O percurso é simplesmente deslumbrante, margeando a Serra do Mar, com uma vista exuberante para as praias da Costa Verde.

Já de São Paulo, são cerca de 400 quilômetros de distância. A melhor opção é seguir pelo sistema Ayrton Senna/Carvalho Pinto até São José dos Campos. De lá, pegue a Rodovia dos Tamoios sentido Litoral Norte, até o município de Caraguatatuba. Depois, basta seguir pela Rio-Santos, no sentido Rio de Janeiro.

 

Onde ficar

Angra tem uma vasta rede hoteleira, com hotéis e pousadas em todos os distritos. Para quem procura luxo, a cidade abriga alguns dos mais renomados resorts do Brasil. Redes famosas como Club Med, Portobello, Meliá e Vila Galé têm luxuosos complexos hoteleiros na região. Para quem preIlhas Botinas – Também acessível por escunas, as Ilhas Botinas são duas ilhotas cercadas por águas transparentes. Por essa característica peculiar, o local é um verdadeiro santuário marinho, onde é possível ver cardumes de peixes com muita facilidade.fere algo mais econômico, a dica é optar pelos bairros próximos ao Centro Histórico, de onde saem a maioria dos barcos rumo às ilhas.

 

Onde comer

Como toda cidade turística, Angra não deixa a desejar na culinária. Há centenas de restaurantes no município, de bistrôs a bares flutuantes nas ilhas. Um dos mais famosos é o Chez Dominique, um bistrô no bairro do Frade especializado na gastronomia francesa. Outra boa pedida é o Bar do Chuveiro, um famoso boteco na beira da estrada, famoso pelos pastéis. Para quem gosta de frutos do mar, a dica é o Samburá e o Calafate. No Centro, outro estabelecimento famoso é o Mar de Espuma, que oferece um variado rodízio de petiscos.

 

O que fazer?

 

Centro Histórico de Angra dos Reis

Angra foi ocupada pelos europeus em 1502, e é uma das cidades mais antigas do Brasil. Por isso, também conta com um bonito Centro Histórico que, apesar de não ter a variedade arquitetônica da vizinha Paraty, ainda preserva belos casarões coloniais. Destaque para as belíssimas Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, Igreja de Santa Luzia, e o Convento Nossa Senhora do Carmo. Essa região também abriga um vasto comércio.

Ilhas Botinas

Também acessível por escunas, as Ilhas Botinas são duas ilhotas cercadas por águas transparentes. Por essa característica peculiar, o local é um verdadeiro santuário marinho, onde é possível ver cardumes de peixes com muita facilidade.

Ilha da Gipoia

Segunda maior ilha de Angra (atrás apenas de Ilha Grande), a Gipoia também se destaca pela diversidade de suas praias. Por lá, é possível encontrar faixas de areia calmas – ideais para mergulho -, e outras perfeitas para surfe. O acesso é feito de barco.

Ilha Grande

É, disparado, o principal destino turístico de Angra dos Reis. Ilha Grande é a maior das 365 ilhas do município, e também só tem acesso pelo mar. O local tem mais de 100 praias, todas com águas cristalinas. Como não é permitido circular de carro por lá, as faixas de areia só são acessíveis por barco ou trilhas, mas todo o esforço é recompensado por cenários que beiram o surreal. Não deixe de visitar a praia de Lopes Mendes, considerada uma das mais belas do Brasil, e passear de barco para conhecer a Lagoa Azul, um poço natural com águas rasas e transparentes. Há boas opções de restaurantes e hospedagens na ilha, sobretudo na Vila do Abraão.

 

Ilha Cataguás

É uma das ilhas mais próximas ao continente. Fica a apenas dez minutos de barco e, apesar de ser bastante frequentada, permanece intacta à ação do homem. Como todas as ilhas da região, a Cataguás também tem águas cristalinas e calmíssimas, formando um belo cenário com a vizinha Ilha do Pelegrino. A maioria dos passeios de barco levam ao local.

Praia Grande

Próxima ao centro, é uma das praias continentais mais frequentadas de Angra. A praia tem águas calmas e limpas, apesar de normalmente ser ponto de atracação de muitos barcos. Sua orla tem boa infraestrutura, com quiosques, barracas e até hotéis nas imediações.

 

Imperdível! Um destino encantador e que ficará em sua lembrança pra sempre!

Obrigado por visitar o Blog do Sr. SIAPE, um excelente final de semana à todos! Boa viagem!

 

Fonte: Pure Viagem

O post Dicas de viagem: Angra dos Reis! O que fazer na bela cidade fluminense. apareceu primeiro em Blog do sr. SIAPE.

Receba as notícias antes dos demais Assinantes!

Clique para ativar as notificações e receba antes de serem publicadas

Receba as notícias antes dos demais Assinantes!

Clique para ativar as notificações e receba antes de serem publicadas

Publicações Relacionadas

Geral

A fascinante Ilha de Páscoa

question_answer0
Fascinante e isolada, a Ilha de Páscoa (Rapa Nui, no idioma nativo) é a última fronteira da América do Sul.…

Deixe seu Comentário

Menu
[elfsight_whatsapp_chat id=1]
whatsapp icone